Antienvelhecimento na Europa: dados, receitas e tomate

O estudo European Social Statistics 2013 projetou que em 2060 existirão cerca de 148 milhões de habitantes com 65 anos ou mais nos países europeus.

Estes dados fazem parte de inúmeras iniciativas dos países europeus e da União Européia como um todo para implementar algumas políticas para enfrentar o desafio da mudança na composição etária das populações, como consta no documento divulgado pela Comissão Europeia, Promover o Envelhecimento Saudável:

“Para promover o envelhecimento saudável, projetos financiados pela UE estão a ajudar as pessoas a permanecerem saudáveis e ativas à medida que envelhecem, assegurando a prestação de cuidados de saúde adequados às necessidades de um número crescente de pessoas idosas. ”

Em paralelo, o The Digital Methods Initiative (DMI), instituto que pensa e produz métodos e ferramentas próprias para a coleta de dados nas mídias digitais e sociais (web, Google, Twitter, Facebook e outras) composto por pesquisadores, estudantes e especialistas relacionados à área de pesquisa na Universidade de Amsterdam tem debatido o tema. A colaboração dos pesquisadores Richard Rogers – líder do DMI, Natalia Sánchez-Querubín e Aleksandra Kil, resultou no livro Issue Mapping for an Ageing Europe, que apresenta estudo aprofundado e no mapeamento de questões sobre o “Envelhecimento Europeu”, a partir da perspectiva dos digital methods.

Aqui iremos abordar capítulo da publicação Ageing well according to European local domain Googles: Ageing tips and an anti-ageing shopping list. O principal experimento na seção resulta do uso dos motores de buscas de domínio do Google nos países do Continente Europeu (google.es, google.nl, google.pl, google.co.uk, google.be, google.ee, google.fi, google.hu e google.com.tr), para coletar e inspecionar os tipos de buscas e conteúdos produzidos sobre envelhecimento saudável nos países da Europa. A partir da pesquisa pelo termo [Envelhecimento Saudável] nos idiomas de cada País, houve o mapeamento das melhores práticas emocionais para o bom envelhecimento, de acordo com a cultura de cada País, como mostra a imagem abaixo:

 

Pode-se perceber, por exemplo, que a Espanha acredita nos sentimentos prospectivos, são eles: Pensar positivamente; Ser curioso; Ter sonhos; Pensar no significado da vida, entre outros. Já a Finlândia, nos sentimentos introspectivos, como: Ter responsabilidades; Melhorar a saúde e hábitos; Ter a Saúde nas Mãos (algo como você se cuidar, independente das circunstâncias da vida), entre outros.

Este capitulo também inclui a nuvem com as palavras mais citadas e pesquisadas durante o período analisado:

Dentre os assuntos que vão desde a postura corporal à saúde intelectual, os assuntos sobre a alimentação também tiveram destaque. Até os grãos brasileiros foram citados, mas o campeão foi o tomate, visto ter sido o alimento recomendado por todos os países analisados no contexto do envelhecimento saudável, através dos motores do Google.

Na amostra abaixo, constam os alimentos citados nas listas antienvelhecimento online e que se encaixam no termo anti-ageing shopping list (“lista de compras antienvelhecimento” na tradução livre) citado no livro.

A partir dos dados examinados do livro Issue Mapping for an Ageing Europe e do estudo European social statistics 2013, percebe-se a sinergia dos resultados analisados através das pesquisas populacionais e também das pesquisas baseadas no monitoramento dos dados digitais. Além das análises, vemos o quão é importante o interesse no futuro, como a Europa vem declarando ter. Pois cuidando da saúde dos novos idosos, o poder econômico, político e social continua ativo e os setores da saúde não sofrem com pessoas de mais idade doentes em leitos de hospitais, como indicado no folheto informativo: Promover o Envelhecimento Saudável (2014), disponibilizado pela Comissão Europeia.

O livro Issue Mapping for an Ageing Europe pode ser baixado em acesso aberto em http://www.oapen.org/search?identifier=569806

postrelacionados

Comentários

comments

Comentários (1)

Deixe um comentário