Seminário “Ciência de Dados e Política” reforça importância de dados nas análises políticas

Aconteceu nesta segunda-feira, 03/04, a segunda edição do “Seminários IBPAD” em Brasília, com o “Ciência de Dados e Política”. O evento, organizado junto ao NP3-UnB e com apoio do Congresso em Foco, teve como objetivo a discussão da centralidade de análise de dados para o futuro tanto da compreensão acadêmica do ambiente político como no trabalho de Relações Governamentais.

Compuseram a mesa grandes referências no campo de análise de dados para política: Cristiano Ferri, Diretor do Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados e pesquisador associado do Ash Center for Democratic Governance and Innovation da Universidade de Harvard; Saulo Porto, profissional de Relações Governamentais, com passagens pela Coca Cola, IBM, Shell, ARKO Advice, Totvs e Prospectiva Consultoria e atualmente CEO e fundador da start up Dado Capital; e Pablo Cesário, Gerente Executivo de Gestão de Defesa de Interesses da CNI, pós-doutor em  em Grupos de Interesse e Democracia pela USP. A mesa foi mediada por Sylvio Costa, fundador do Congresso em Foco.

 

Cristiano Ferri apresentou a estrutura do Dados Abertos da Câmara dos Deputados, debatendo o potencial e limites da intersecção entre Estado e Sociedade Civil na construção de mecanismos de transparência eficazes. Para Cristiano, utilizando o Legislativo como base de análise, hoje existe uma dimensão enorme de dados ainda subutilizados e o papel do gestor é, através de um ambiente que incentive a criatividade e resultados, reduzir a assimetria informacional na Sociedade.

 

Saulo Porto, em sua fala, destacou o futuro da área de Relações Governamentais com a introdução e fortalecimento de tecnologia na gestão de dados e elaboração de prospecções nas análises políticas. O CEO e fundador da Dado Capital enfatizou a importância de modernização do profissional de Relações Governamentais, como uma condição de sobrevivência à revolução que a área já prevê e que resultará em profissionais mais focados em estratégia e engajamento em oposição a um trabalho meramente descritivo e quantitativo nas relações com o governo e legislativo nacional.

Pablo Cesário abordou a importância de análise de dados no relacionamento dos grupos de influência junto ao Poder Político nacional. Extrapolando as práticas tradicionais de Relações Governamentais, Pablo reforça a necessidade de construção de conhecimento real, muitas vezes presente em dimensões inesperadas, seja na agregação de dados externos, cruzamentos de dados e gestão de análises temporais, reconhecimento do papel da web ou papel dos influenciadores e de seu comportamento nos resultados esperados.

 

 

Realizamos uma cobertura com o recurso live do Facebook, que pode ser assistido abaixo:

 

Dentre os participantes do evento estavam representantes do governo, como Ministérios da Saúde, Desenvolvimento Social e Agrário e Planejamento, representantes de grandes empresas como Itaú, Nestlé e Oracle, e de grandes empresas de consultoria política, como Barral M. Jorge, Macropolítica, Patri Políticas Públicas e Umbelino Lôbo Assessoria e Consultoria.

A segunda edição do projeto Seminários IBPAD abriu novo ciclo para o Instituto com o lançamento dos cursos de Análise de Dados para Relações Governamentais e Análise de Orçamento Público, que acontecerão em Brasília, em maio e junho de 2017, respectivamente. O foco do IBPAD com o lançamentos das duas novas turmas é ampliar seu escopo educacional com foco em metodologia, gestão e análise de dados também para a área da Política.

postrelacionados

Comentários

comments

Deixe um comentário