Um dia no Instagram brasileiro

Módulos

Análise de Redes em Mídias Sociais - Módulo 1

Aulas

Análise de Redes em Mídias Sociais - Módulo 2

Aulas

Análise de Redes em Mídias Sociais - Módulo 3

Aulas

Análise de Redes em Mídias Sociais - Módulo 4

Aulas

Análise de Redes em Mídias Sociais - Módulo 5

Aulas

Um dia no Instagram brasileiro

Prévia gratuita

Nas últimas aulas, aprendemos uma série de conceitos e suas aplicações para a análise de redes no Instagram. No entanto, há poucos estudos de análise de redes sociais disponíveis a respeito dessa plataforma. É muito mais comum encontrarmos grafos feitos a partir do Facebook e do Twitter.  Já pensou em quantas comunidades temáticas existem no Instagram? Dentro da mesma plataforma, há mundos totalmente distintos, como amantes de animais de estimação, food porn, turistas, fitness e beleza. Esses grupos se formam e se aproximam espontaneamente a partir da folksonomia (o tagueamento coletivo de temas a partir de hashtags) e da sociabilidade proporcionada pelas interações entre os usuários que transitam por essas comunidades.

Então, quais relações podem ser observadas durante um dia no Instagram do Brasil? Coletamos 1.974 imagens postadas no dia 16 de agosto de 2015 no Brasil inteiro. Isso foi possível a partir do mecanismo de busca georreferenciada, ou seja, definimos valores para latitude e longitude e conseguimos acessar parte das postagens naquela área. Com esse banco de dados, nosso principal interesse são as hashtags, pois são um esforço coletivo de organizar e classificar as imagens a partir de determinadas palavras que são aceitas pelo grupo.

A rede abaixo possui 7.946 hashtags e 89.636 ligações. Esses laços representam a co-ocorrência, isto é, sempre que os termos estão na mesma publicação, é criada uma conexão entre eles.

Figura 01 – Grafo de co-ocorrência de hashtags no Instagram Br

O grafo mostra a formação de vários grupos de hashtags com temas diferentes. Vamos olhar cada um deles de perto para ter mais informação sobre os sentidos que estão em circulação.

Figura 02 – Moda e estilo de vida

Em verde, encontramos hashtags referentes a beleza, estilo, moda e cotidiano. Há desde práticas comuns da plataforma, como #photooftheday, a #cool, #style, #fashion, #fashionista, #makeup, #cabelo, #diva e #linda. Este conjunto faz referência ao fenômeno de influenciadores e blogueiras que tratam do tema no Instagram, atraindo milhões de seguidores.

Figura 03 – Amantes de São Paulo

De roxo, temos hashtags utilizadas por amantes de São Paulo, com destaque para #sp, #sampa e #saopaulo. Também há termos referentes a aspectos mais particulares da cidade, como #vida noturna,  #avenidapaulista, #balada, #vilamadalena, #bixiga, #noite, #gourmet, e tradições italianas: #achiropita, #comidaitaliana, #fogazza e #tradição. Podemos notar que várias subculturas emergem e podem ser analisadas por meio das hashtags dos moradores de uma mesma cidade.

Figura 04 – Agacha que cresce

Em amarelo, temos um grupo bem conhecido do Instagram: Fitness. Entre as principais hashtags, destacamos: #dieta, #academia, #motivation, #nopainnogain, #bodybuilding, #foco, #nutrição, #saudável e #batatadoce. Explorando este grupo, podemos subtrair diversos insights para desenvolver estratégias para marcas, para criação de conteúdo, para relacionamento com fãs e muitas outras ações.

Clique aqui para abrir a rede interativa

Que tal dar uma olhada na rede interativa para responder às perguntas:

1) Quais outras comunidades você consegue encontrar na rede?

2) Quais termos se destacam entre esses usuários?

3) Quais são as hashtags mais utilizadas?

 

Atenção, a rede interativa pode demorar um pouquinho para carregar, ok? Basta aguardar.

Voltar para: Análise de Redes em Mídias Sociais – 1ª Edição > Análise de Redes em Mídias Sociais - Módulo 2

OutrasInformações