• Twitter libera API especial para acadêmicos: o que você precisa saber

    A pesquisa com dados de mídias sociais sempre teve o Twitter como um forte aliado. Enquanto plataformas como Facebook e Instagram dificultavam cada vez mais o acesso aos dados devido aos escândalos e problemas sérios de privacidade, o passarinho azul manteve suas portas minimamente abertas para pesquisadores interessados em explorar fenômenos sociais (em suas imbricações
  • Como prosseguir sua pesquisa etnográfica na maior pandemia do século (até agora)

    Há outro receio ligado a uma suposta perda de autenticidade com a etnografia porque não haveria possibilidades de um contato com o “real” presencial, este, sim, considerado propositor de interações e dados que ajudarão na pesquisa. A partir de Miller, pode-se dizer que o equívoco deste pensamento reside na compreensão de que nas interações à

  • Os desafios da vacinação contra a COVID-19 diante do cenário de desinformação

    O diretor do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD), Max Stabile, juntamente com o professor adjunto da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB), Wladimir Gramacho, publicaram nesta última terça-feira (23), no Jornal O Estado de S. Paulo, o artigo “A campanha ‘Vacina, sim’ e a responsabilidade de cada um de

  • Jornalistas e cientistas de dados formam comunidade com especialistas brasileiros sobre a COVID-19 no Twitter

    A popularização da divulgação científica no Twitter durante a pandemia de COVID-19 foi construída por cientistas e especialistas que recorreram à rede social para compartilhar seu conhecimento. Esse movimento também criou uma comunidade com outros atores que ajudaram a subsidiar os divulgadores com informações, especialmente jornalistas e cientistas de dados. Análise do Instituto Brasileiro de
  • IBPAD e Science Pulse identificam as principais vozes da ciência no Twitter

    No ano em que a ciência virou pauta em todas as esferas públicas, as mídias sociais foram um dos principais meios que cientistas e experts encontraram para propagar informações valiosas e compartilhar conhecimento entre si. A velocidade em que a informação pode circular e o alcance descentralizado das redes foram fatores de extrema relevância para
  • Modelo de atribuição: como superar a ingenuidade do último clique?

    Em 2019, já está mais do que evidente para empresas e agências de marketing a importância de mensurar tudo o que for possível. No entanto, quando se trata das dinâmicas de jornada e compra dos usuários, ainda há bastante dificuldade para entender e, consequentemente, executar melhores práticas. Uma pesquisa realizada pelas empresa ClickZ e Fospha
  • Lula destaca estrategicamente imagens de multidão no Instagram

    As fotografias que compartilhamos nas mídias sociais não são aleatórias, nós escolhemos o que queremos comunicar aos espectadores controlando - na medida do possível - o modo pelo qual seremos enxergados pelo público. No caso de políticos, esse controle é - ou deveria ser - muito mais refletido, já que o aparato imagético publicado na
  • Bolsonaro lidera isolado Instagram; Alckmin publica mais

    Amados por uns e odiados por outros, é inegável que Jair Bolsonaro e Lula têm uma massa fiel de seguidores. Nas mídias sociais, mais especificamente no Instagram, a popularidade de ambos é refletida (também) nos resultados de engajamento que eles apresentam - são milhares de curtidas e comentários realizados diariamente em seus perfis na plataforma.

OutrasInformações