6 dicas para a visualização de dados

Uma parte fundamental de Data Science é a comunicação dos resultados da sua análise, e uma parte importante disso é a visualização da mesma. Nessa fase, a narrativa que você quer destacar tudo. Neste post, dou 6 dicas para melhorar seus gráficos.

1 – Facilite comparação

É comum que você tenha muita informação, e é importante filtrar para mostrar o que é mais importante. Por exemplo, vamos supor que queremos destacar duas categorias nos seguintes gráficos, a ‘horsebean’ e a ‘sunflower’.
Em qual gráfico a comparação é mais fácil?

Claramente, o segundo.

2 – Use cores cautelosamente

O uso das cores deve contribuir para destacar a mesma coisa que acima, ou seja, a narrativa que é importante na apresentação dos seus resultados. Embora gostemos de paletas bonitas e interessantes, isto é visualização de dados e não é arte. No segundo gráfico, a diferença entre as categorias destaca-se melhor.

Também, é importante lembrar que cores carregam mensagens: o uso do vermelho no contexto de finanças, comércio e negócios significa um resultado negativo e vai ser visto assim, independente da mensagem real do gráfico.

3 – Use fontes legíveis

Parece uma dica tão óbvia, mas o uso de fontes regularmente é uma fonte de problemas numa visualização. Sabemos que Lobster é bonito, mas não significa que você deve usar num gráfico. Lembre-se, é uma narrativa, não é arte. O segundo mostra uma fonte mais apropriada para os nossos fins.

4 – Não use ângulos para rótulos

Se você tem categorias com nomes longos, que é frequentemente o caso, pode virar o gráfico ao invés de virar os rótulos.

5 – Rótulos e anotações no gráfico

No gráfico acima, já resolvemos vários problemas, mas não fica muito claro as quantidades exatas nas categorias. Podemos resolver isso com rótulos em cima das barras. Isso é um aspecto que necessita julgamento — pode poluir o gráfico, mas também pode ajudar a audiência entender melhor.

Semelhantemente, anotações podem ser usadas da mesma maneira, para mostrar equações matemáticas, destacar uma parte importante e/ou mostrar mudança percentual etc.

6 – Não desvirtue os resultados

A decisão de destacar tem que ser feita cautelosamente, para não “mentir” na sua análise. Por exemplo, os dois gráficos abaixo exageram e menosprezam a realidade, respectivamente.

Um bom tamanho para destacar o ponto importante dessa séries histórica seria 2/3 do espaço do gráfico:

postrelacionados

Comentários

comments

Deixe um comentário