Gestão de inteligência para decisões estratégicas de negócios a partir de dados digitais

Como apontamos em artigo anterior, a crescente preocupação com dados continua a todo vapor no mercado internacional e brasileiro. Muito além da prestação de contas, os dados têm sido utilizados de maneira cada vez mais estratégicas para negócios de todos os setores e tamanhos. E embora a valorização do profissional que trabalha com dados (seja Cientista, Analista, Growth Hacker ou Business Intelligence) não seja específico da área de mídias sociais, engana-se quem pensa que não há como gerar valor desse ambiente.

Neste mês de maio o blog do Twitter iniciou uma série de posts na qual pretende mostrar com exemplos reais como parceiros da empresa têm utilizado dados da plataforma para desenvolver inteligência de negócios. Na primeira publicação, convidaram Mark Dimont (@mdimont), Gerente de Produto do Bloomberg Terminal News Applications (@TheTerminal) para contar como os dados da mídia social impactaram quase que diretamente o mercado financeiro. A empresa capitaliza dados do Twitter para ajudar a quantificar tendências do mercado, calcular sentimento de investidores num nível de companhia de um indivíduo e informa seus usuários de notícias e eventos atuais conforme narrados pela plataforma.

Tudo isso ajuda os inscritos da Bloomberg Terminal a gerar ideias e manter um acesso compreensível às informações em tempo reais de mercados globais dentro de uma solução completamente integrada de solução de dados do mercado“, explica o post. E esse é apenas umas das funcionalidades da mídia social, que também é utilizada a nível governamental para rastrear a atividades de terremotos e para monitorar desastres naturais como inundações e áreas de risco no auxílio da atuação de grupos de ajuda. Isso sem comentar, obviamente, na funcionalidade menos formal da plataforma, que é o espaço de sociabilidade de notícias, grandes eventos e conversações da cibercultura.

O grande ganho – ao mesmo tempo grande desafio – está em transformar tudo isso em inteligência estratégica de negócios. Com a ajuda de um processo de BI bem articulados, é possível – a partir apenas de dados de mídias sociais – gerar ganhos imprescindíveis e, muitas vezes, inéditos. É possível aprender a partir de experiências passadas, por exemplo, para otimizar custos e gastos de campanhas anteriores (em alguns casos, até em tempo real); identificar forças, fraquezas e oportunidades, percebendo padrões e elaborando análises que gerem aprendizados, além de modelos preditivos e que ajudem a antecipar movimentos / tendências.

Tem o interesse de aprender mais aplicando os aprendizados na prática? Aproveite para conhecer e se inscrever no curso Gestão da Inteligência em Comunicação Digital que acontecerá em Brasília no mês de Junho. O curso apresentará noções, conceitos, ferramentas e técnicas úteis para gestores, profissionais da área de comunicação, projetos e vendas no processo de prospecção e gestão de serviços de inteligência digital e business intelligence.

postrelacionados

Comentários

comments

Deixe um comentário