Simpósio do IBPAD na ESPM discute Inteligência e Estudos em Mídias Sociais

Para fechar o ano de 2018 com muitos aprendizados, o IBPAD em parceria com a ESPM São Paulo – Campus Tech, realizou o Simpósio “Estudando Inteligência com Mídias Sociais”. Nesta edição, profissionais e pesquisadores abordaram temas relacionados aos seus capítulos desenvolvidos para o livro “Estudando Cultura e Comunicação com Mídias Sociais”, que já está disponível para download gratuito.

O evento contou com duas mesas de discussões e com a palestra da Jaqueline Buckstegge (Diretora de Pesquisa e Análise de Dados do IBPAD). Caso você tenha ido e deseje relembrar alguns pontos importantes, ou se não pôde comparecer ao evento, logo abaixo disponibilizamos os arquivos apresentados.

Valor Oculto nos Dados: conexões, comunidades, textos e personalidade

A primeira mesa foi mediada por Débora Zanini com participação dos especialistas Taís Oliveira e Pedro Barreto.

Taís Oliveira, que vêm estudando questões sobre o afroempreendedorismo, explicou a utilização de técnicas da análise de redes para entender como o perfil da Feira Preta no Facebook age em rede e como se correlaciona midiaticamente com outros meios e ambientes de comunicação.

Pedro Barreto discutiu sobre os desafios e oportunidades do Marketing, ao buscar entender os padrões de comportamentos e personalidades em mídias sociais. Pedro destacou alguns pontos de atenção em relação aos diversos tipos de dados, a exemplo do textual, para identificação de perfil e segmentação de público. Sem a devida cautela, campanhas de marketing correm o risco de não serem compreendidas pelo público alvo, como consequência de dados erroneamente analisados.

Métricas do Engajamento ao Ciberativismo

A segunda mesa contou com a participação dos profissionais Gabriel Ishida, Norberto Andrade e do mediador Pedro Rogedo. Os especialistas apresentaram como os dados e informações digitais podem ajudar marcas e empresas na geração de insights estratégicos para alavancar seus negócios.

Gabriel Ishida destacou o poder dos influenciadores digitais. Abordou a importância de identificá-los e medir o impacto que geram nas redes sociais e dessa forma verificar a assertividade na escolha dos influenciadores: se estão entregando os objetivos de comunicação e alcançando retorno positivo às marcas/empresas.

Norberto Andrade falou sobre a importância do ciberativismo do consumidor: como analisar as redes sociais a fim de identificar o comportamento dos consumidores e a manifestação de opiniões, sejam elas positivas ou negativas, e como esses aspectos impactam às empresas.

Pensando Performance: Evoluindo para Inteligência Estratégica

Jaqueline Buckstegge, levou à sua palestra instigação à reflexão ao mostrar como à área de Inteligência vem, constantemente, se atualizando. Questões como “Qual é o diferencial do profissional de Inteligência?” foram debatidas, visto como a nova realidade tecnológica, disponibilidade e regulamentação de dados, estão ampliando as possibilidades de trabalho de inteligência e suporte aos profissionais da área.

Durante a palestra, Jaqueline ainda apontou desafios da capacitação com qualidade para trabalhar dados, de forma a potencializar o cotidiano do profissional de dados.

O IBPAD ainda preparou uma surpresa: ao final do evento foram entregues aos participantes cópias do livro “Estudando Cultura e Comunicação com Mídias Sociais”. O livro reúne 20 capítulos relacionados ao tema, através de textos inéditos de profissionais e pesquisadores de vários níveis em diferentes áreas.

Assista ao vídeo e veja como foi o evento 🙂 

Também em parceria com a ESPM, desenvolvemos cursos presenciais que serão aplicados no Campus Tech, a partir do dia 16/02/2019.

O combo Inteligência, Etnografia e Métricas Digitais com 3 cursos (Monitoramento em Mídias Digitais, Etnografia em Mídias Sociais e Métricas Digitais) têm objetivo de capacitar estudantes e profissionais de comunicação nas etapas de planejamento, análise e produção de relatórios, alertas e geração de insights em real time a partir do monitoramento de mídias sociais, assim como, analisar a medição de performance digital, capacitando desde a designação de objetivos digitais acessíveis à seleção de métricas adequadas para seu cálculo.

postrelacionados

Comentários

comments

Deixe um comentário