O que é Psicometria?

A Psicometria é um campo científico da Psicologia, que busca construir e aplicar instrumentos para mensuração de constructos e variáveis de ordem psicológica, aliada à métodos de análise estatística, principalmente a partir do refinamento matemático da análise fatorial, da modelagem de equações estruturais e da Teoria de Resposta ao Item, além de outras técnicas multivariadas, pelas quais são possíveis mensurar e analisar a estrutura de constructos psicológicos, ou mais precisamente processos mentais(Pasquali, 2009).

Um dos grandes desafios durante a história da Psicologia, além da definição de seus objetos de pesquisa, foi a forma como mensurar fenômenos psicológicos, emocionais ou cognitivos. Por exemplo, além de se questionar o que é inteligência, perguntava-se como ela era estruturada e de que forma poderíamos medí-la. Assim, no começo do século XX, foram criados circunstâncias e instrumentos para mensurar esses constructos. Em consonância com o exemplo, um autor clássico da Psicometria foi Charles Spearman, mais conhecido pelo método de correlação que herdou seu nome. Ele esquematizou um modelo de inteligência baseado em um fator geral que explicaria correlações altas entre diversos testes de inteligência em que um indivíduo era submetido.

Dentro da Psicometria o teste tem sido a principal forma para se ter acesso à constructos psicológicos como a inteligência, a personalidade, ou mesmo os valores de um indivíduo. Tais testes buscam explicar o comportamento de um indivíduo, em consonância com teorias psicológicas, quando este se posiciona de tal maneira em relação à determinados itens. Assim, é a partir do score de um teste que se obtém características do perfil psicológico de um determinado sujeito. Um exemplo muito comum são os testes utilizados para se conduzir automóveis ou portar arma de fogo. Tais testes buscam traçar um panorama sobre diversos funcionamentos cognitivos, psicológicos e emocionais do sujeito como a atenção e a agressividade.

Atualmente a Psicometria possui um arcabouço de atividades em diversos ambientes e instituições(Cohen, Swerdlik, & Sturman, 2014):

  • No Contexto Educacional, há uma ampla literatura de testes para identificação de necessidades especiais e diagnósticos em geral. Também, a Psicometria tem sido utilizada como uma ferramenta para padronização da avaliação de desempenho e aprendizagem. Um exemplo é o Exame Nacional do Ensino Médio(ENEM), que trabalha com um sistema de correção derivado de um modelo estatístico conceitualmente fundamentado na Psicometria, chamado de Teoria de Resposta ao Item, que busca discriminar a aptidão de um indivíduo em relação à dificuldade de um item.
  • Ambientes Clínicos, a Psicometria tem atuado para o desenvolvimento de testes que avaliam problemas de ordem comportamental, desajustamento e reabilitação. Há também indicadores psicométricos que expõe a eficácia de um determinado tratamento, a identificação do funcionamento cognitivo, psicológico e adaptativo de um sujeito, além de medidas que buscam ter acesso ao estresse, fatores de risco ou mesmo a satisfação com a vida de um sujeito.
  • A psicometria também tem se dedicado ao desenvolvimento de medidas para fins de Orientação, em diversos contextos como nas escolas, nas prisões e em instituições diversas. Indicadores nestes ambientes podem abarcar medidas de produtividade, habilidades sociais, personalidade, interesses, atitudes e valores. Pode-se orientar um determinado empregado, por exemplo, para uma carreira que esteja de acordo com o seu perfil analisado.
  • Em Ambientes Empresariais e Militares, a testagem psicológica possibilita a tomada de decisão em relação à direcionamentos na carreira de um indivíduo, além de medidas para seleção, aptidão e necessidade de treinamento. A psicometria também está interesse na construção de perfis adequados para determinados cargos ou funções, onde busca-se delinear quais são as características restritivas e preditoras para o melhor desempenho em seu exercício.
  • No Marketing, a Psicometria pode prever a receptividade do público à um determinado produto e diagnosticar as características de programas ou campanhas em função da sua eficácia na transmissão de mensagens eficácias à seu público.
  • A psicometria tem ganhado cada vez mais espaço em outros contextos como nas Mídias Sociais, onde a enorme quantidade de dados disponíveis garantem à analistas de diversas áreas tomarem melhores decisões com base em medidas psicológicas como as de personalidade ou de orientação moral.
  • Porém, é em Ambientes Acadêmicos ou de Pesquisas que geralmente um determinado teste ou medida psicométrica é criado, principalmente com base em procedimentos científicos, que garantem a busca de evidências de validade e fidedignidade.

Referências

Cohen, R. J., Swerdlik, M. E., & Sturman, E. D. (2014). Testagem e Avaliação Psicológica: Introdução a Testes e Medidas. AMGH Editora.

Pasquali, L. (2009). Psicometria. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 43(1), 992-999

postrelacionados

Comentários

comments

Deixe um comentário