Blog do IBPAD

  • Cuidado com as métricas públicas ao avaliar seus resultados

    Durante anos, o Facebook foi um terreno explorado por marcas que se preocupavam quase que unicamente a aumentar a base de fãs. Tempos depois, vimos a plataforma sufocar o alcance das páginas, ao ponto de diminuí-lo drasticamente. Hoje não é nada anormal ver marcas com um alcance orgânico de 1% do total de sua base.
  • IBPAD realiza o primeiro curso de Introdução a Visualização de Dados

    No último dia 18 de fevereiro aconteceu a primeira edição do curso Introdução a Visualização de Dados do IBPAD. Esta edição contou com o professor Rodrigo Burgarelli, mestre em ciência política e jornalista premiado do Estadão Dados, mostrou aos alunos técnicas de escolha do melhor gráfico para o cada dado, como desenvolver uma narrativa utilizando dados e quais ferramentas escolher.
  • R para Usuários de Excel

    * Publicação de Gordon Shotwell, traduzida pelo IBPAD - post original pode ser acessado aqui A primeira ferramenta onde aprendemos a trabalhar com números costuma ser o Excel. Um dos recursos mais incríveis do Excel é, de fato, sua simplicidade e sua forma intuitiva de apresentar a ferramenta. Todos os dias, em todo o mundo, pessoas
  • Thickening no monitoramento e etnografia em mídias sociais

    Iniciando a série de postagens sobre capítulos do livro Handbook of Social Media Research Methods, vamos falar de um dos textos dedicados à pesquisa qualitativa que usa, deliberadamente, o termo small data em seu título. Merece ser o primeiro também para chamar atenção para os procedimentos metodológicos necessários em qualquer pesquisa e monitoramento de mídias
  • Como foi o II Simpósio de Inteligência em Mídias Sociais do IBPAD?

    São Paulo recebeu no início deste mês, 3 de fevereiro, o II Simpósio de Inteligência em Mídias Sociais realizado pelo IBPAD em parceria com a Stilingue, software especializado em fornecer análises de influenciadores e de conteúdo na internet. O evento reuniu diversos profissionais interessados em compreender melhor e superar os principais desafios para quem trabalha com inteligência

  • Pacotes brasileiros do R, parte 3: analisando finanças no R

    Uma área bastante rica em recursos para quem trabalha com R é a de finanças, que possui livros e websites dedicados ao assunto – o tidyverse, inclusive, também ganhou recentemente seu próprio pacote, o tidyquant. Neste post, destacamos o trabalho de um brasileiro que está contribuindo para esse mundo de finanças no R: Marcelo Perlin. Ele é o autor

  • Campanhas eleitorais: como atualizar conhecimentos tradicionais ao monitoramento de mídias sociais?

    O período de pré-eleições sempre movimenta toda uma população. Quando paramos para observar todos os profissionais de diferentes níveis e atribuições que fazem parte de uma campanha eleitoral, percebemos que há equipes muitas vezes gigantescas trabalhando por trás de um grupo/partido político na disputa. Com um quadro eleitoral cada vez mais conectado e ativo nas

  • Como conectar a pesquisa com o consumidor cada vez mais digital?

    Como várias outras áreas de trabalho, a pesquisa de mercado também sofreu o impacto e teve que se adaptar às novas demandas de um consumidor cada vez mais digital. Este já não responde tão bem aos métodos e às metodologias de pesquisas “tradicionais”, relativamente inconsistentes e incoerentes com o novo cenário no qual as marcas precisam

  • Pacotes brasileiros do R, parte 2: electionsBR

    O próximo pacote R da nossa série é o electionsBR de Denisson Silva, Fernando Meireles, e Beatriz Costa. Assim como o SciencesPo, também lida com dados de política – neste caso, eleições brasileiras. O pacote faz o download, organiza e agrega os dados do Tribunal Superior Eleitoral para os anos 1996-2016. Neste post, vamos dar uma olhada

  • 5 motivos para você amar o Excel junto com a gente

    É inegável que os profissionais de Inteligência estão percebendo que a interdisciplinaridade, seja com tecnologia ou ciências sociais e psicologia, é fundamental para sua qualificação e aprimoramento no campo. Equipes de Social Media, por exemplo, são formadas cada vez mais por membros de backgrounds diversos e por uma curiosidade sem fim por novas ferramentas e

  • Etnografia e jornalismo: uma aproximação possível

    Antes de começarmos o texto, apenas esclarecemos que o título deste artigo é inspirado no título do excelente artigo da pesquisadora Mara ferreira Rodavida, doutora em ciências da comunicação pela USP: ‘Etnografia e reportagem jornalística: aproximação possível para uma metodologia de pesquisa empírica.’ E é, de fato, uma aproximação possível quando pensamos a etnografia como

OutrasInformações