Blog do IBPAD

  • Jornalistas e cientistas de dados formam comunidade com especialistas brasileiros sobre a COVID-19 no Twitter

    A popularização da divulgação científica no Twitter durante a pandemia de COVID-19 foi construída por cientistas e especialistas que recorreram à rede social para compartilhar seu conhecimento. Esse movimento também criou uma comunidade com outros atores que ajudaram a subsidiar os divulgadores com informações, especialmente jornalistas e cientistas de dados. Análise do Instituto Brasileiro de
  • Automatizando a análise de dados municipais de Covid-19 com o R

    Por Professor Sillas Gonzaga¹ Um dos benefícios mais empoderadores de aprender Ciência de Dados com R é trabalhar de maneira simples e automatizada com dados abertos. Por exemplo, você já sentiu falta de ter acesso rápido a dados municipais de casos e óbitos de Covid-19? Dados nacionais e, até certo ponto, estaduais são mais simples. Contudo,
  • 5 perguntas sobre as eleições respondidas com R

    Por Gabriela Caesar¹ Análise rápida das eleições de 2020 O objetivo deste texto é responder a cinco perguntas sobre as últimas eleições usando R e os dados disponíveis no repositório do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Antes de formular as perguntas, porém, precisamos baixar os dados do repositório, ler o pacote e importar o arquivo no
  • 10 livros para entender a Ciência de Dados

    Por Gabriela Caesar¹ Atualizado em 21 set. 2021 Alguns livros fizeram eu me interessar ainda mais pela ciência de dados e também por estatística e outros temas da tecnologia, como inteligência artificial. Reuni abaixo os 10 livros que considero mais importantes da área, mas não têm como objetivo ensinar uma linguagem de programação nem apresentar
  • Qual o impacto da pandemia sobre o comparecimento eleitoral nas eleições de 2020?

    Por Alessandro Freire ¹ Trabalhei com o Wladimir Gramacho (CPS) e o Max Stabile (IBPAD) em um survey em painel com uma amostra online de eleitores para respondermos a essa pergunta. Àqueles que afirmaram não terem votado nas eleições de 2020, perguntamos a razão pela qual preferiram se abster. Apenas 20% dos que não votaram
  • Eficácia de vacina: é sobre redução de risco, e não sobre chance de ficar doente

    Professora Cristina Graciele Com a ansiedade pelos resultados dos testes das vacinas, muitas leituras indevidas foram feitas dos resultados. O que é crítico num momento de receios de uma parcela da população em tomar uma nova vacina, produzida neste tempo recorde. Por exemplo, a imagem ao lado foi amplamente divulgada em redes sociais. A boa
  • IBPAD e Science Pulse identificam as principais vozes da ciência no Twitter

    No ano em que a ciência virou pauta em todas as esferas públicas, as mídias sociais foram um dos principais meios que cientistas e experts encontraram para propagar informações valiosas e compartilhar conhecimento entre si. A velocidade em que a informação pode circular e o alcance descentralizado das redes foram fatores de extrema relevância para
  • Integridade Eleitoral & Mídias Sociais: Resumo do relatório de “Investigação de Competição nos Mercados Digitais”

    Alexandre Arns Gonzales[1] Este é o quinto texto da série de estudos sobre integridade eleitoral e mídias sociais, escrita por Alexandre Arns Gonzales, doutorando em Ciência Política. Este resumo se detém a análise da introdução e do sumário executivo do relatório, onde estão sintetizados resultados das investigações e que pode servir de incentivo à leitura das
  • Black Friday com cursos gratuitos e descontos!

    Nesse ano o IBPAD preparou várias surpresas para a nossa comunidade: teremos uma semana inteira de Black Friday! A partir de hoje (23) até segunda-feira (30/11), você poderá adquirir vários cursos gratuitos e ainda usar 25% de desconto para comprar aqueles que mais deseja. Basta utilizar o código de desconto no carrinho de compra: BLACKFRIDAY25  Além
  • Estudo aponta que usuários preferem informações não oficiais sobre vacina

    Por Isabela Pimentel¹ Professora da ESPM analisou vídeos do Youtube e entrevistou mães que não vacinam os filhos. Rio de Janeiro, – Desconhecimento sobre produção, distribuição e armazenamento, medo dos componentes e de injeção são alguns motivos que explicam porque há menos pessoas se vacinando. Além disso, a busca por informações via redes sociais em vez de

OutrasInformações