Muitas vezes a gente não tem tempo – Comissões, Excel e Relações Governamentais

Muitas vezes a gente não tem tempo. Essa é uma verdade pra todo mundo que trabalha nas equipes de relações institucionais e governamentais além das muitas assessorias parlamentares e consultorias espalhadas por Brasília e fora daqui.

Em plena quarta-feira de manhã, você acabou de pisar no escritório e precisa organizar a lista dos deputados que fazem parte daquela Comissão da Câmara, PRA ONTEM, buscando alterações na composição, pra ver se aquele deputado simpatizante ao seu tema pode estar por lá. Enfim, diversos motivos.

Meu amigo, você vai mesmo, em pleno 2018, copiar e colar informação de dentro das páginas das comissões?

Tem uma forma muito mais fácil pra fazer isso que, depois de um pouco de prática, você consegue terminar em 5 minutos.

Que o site da Câmara fornece a grande maioria dos dados de tramitação de projetos, composição de comissão, composição da Casa e mais uma infinidade de informações através do Dados Abertos, você já deve saber. Se não, dá uma olhadinha que é bem legal.

Agora, pra nós, reles mortais, não programadores, aquele monte de letrinha colorida que mistura palavra em inglês com palavras sem espaço é sânscrito, no mínimo.
Mas, tem um jeitinho de pegar essas informações e jogar numa tabela Excel.

Vamos começar.
Você vai entrar nesse link:
http://www.camara.leg.br/SitCamaraWS/Orgaos.asmx/ObterOrgaos
E vai aparecer essa tela:

Calma, respira. Não é vírus nem erro!

Repara que cada Comissão, cada órgão, está listado ali? Esses órgãos, como tudo na base de dados da Câmara, ganham um Código Identificador ou ID, que vai acompanhar ele em toda informação que tenha alguma conexão.

Vamos supor que aquela Comissão que precisa saber a composição é a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC ou CCJ, para os íntimos). Você vai “Localizar na Página” a Comissão (Ctrl + F).

Vamos guardar esse “ID=2003”.

Agora você já sabe como a base de dados da Câmara chama essa Comissão e pode saber mais sobre ela.

Vamos entrar em outro link:
http://www.camara.leg.br/SitCamaraWS/Orgaos.asmx/ObterMembrosOrgao?IDOrgao=

Repare na última parte do link, ele pede o ID do órgão que você quer Obter seus Membros componentes. Cole o ID do órgão ali, no nosso caso, 2003.
http://www.camara.leg.br/SitCamaraWS/Orgaos.asmx/ObterMembrosOrgao?IDOrgao=2003

Vai aparecer essa tela:

Agora, você vai me perguntar que utilidade tem essa coisa toda. Tem o nome de alguns deputados ali, mas desse jeito é melhor ir na página da Comissão, não é?
Errado. Porque o Excel já arruma grande parte disso pra gente.

Abrindo uma planilha nova no excel, você vai entrar na aba dados:

OBS.: Algumas vezes, dependendo da versão do Excel, algumas coisas podem estar diferentes. Esse é a versão 2013. Mas esses botões que vamos apertar estão em todos. Portanto, sem pânico.

Em seguida vamos selecionar Obter Dados Externos -> Da Web

Ao clicar no botão vai aparecer uma janela como se fosse um navegador de internet. Lembra daquele link da Comissão? Vamos colar no campo “endereço”.

Aparecendo as mesma informações que vimos no navegador.

Agora a mágica acontece! Clicando em importar, depois de duas caixas de diálogo que devemos confirmar, vai aparecer algo parecido com isso:

Tá, isso não é exatamente o que a gente precisa. Mas se você for até o fim da página à esquerda, estarão listados todos os titulares:

E descendo na tabela você terá todos os membros suplentes da CCJC:

Agora você pode tirar tudo isso daí, colocar em uma outra tabela, fazer o que quiser e organizar como bem entender e dar ênfase à informação que precisa.

 

Brincadeiras à parte, sabemos que há outras mil formas de obter essas mesmas informações. Esse é só um atalho interessante que a gente começa a aprender com a familiaridade no trato com as ferramentas, formas e análise de Dados.

Particularmente, tive que fazer duas vezes a aula de “Dados para Relações Governamentais” pra entender. Mas se eu, com toda minha dificuldade, consegui aprender e aplicar isso no meu cotidiano de trabalho, por que você não vai conseguir?

*Victor Leal, formado em Ciência Politica pela UnB, concluindo o MBA em Relações Governamentais pela FGV. Aluno dos cursos de Dados pra Relações Governamentais do IBPAD

Além do já consolidado “Dados para Relações Governamentais”, abrimos o novo curso “Introdução a Inteligência pra Relações Governamentais”, que irá capacitar novos profissionais deste mercado, introduzindo conceitos básicos de trabalho e produtos de inteligência. Ele será realizado nos dias 21 e 23 de agosto, em Brasília. Faça sua inscrição e inicie seus estudos!

postrelacionados

Comentários

comments

Deixe um comentário