Python: o que é e porque aprender? [1]

Se você costuma ler a respeito de tecnologias, aprendizado de máquina, dentre outros tópicos correlatos, provavelmente já ouviu falar a respeito deste nome: python. Todavia, pode ser que não tenha completo conhecimento a respeito do que se trata. Outra possibilidade é que não tenha nenhuma noção disso.

O python é um tipo de linguagem de programação. Para os leigos, uma linguagem de programação é um conjunto de instruções utilizadas para estipular como realizar alguma tarefa / ação. O termo programação está estritamente vinculado ao mundo da computação porque é a forma pela qual é possível “conversar” com o computador. Basicamente utiliza-se uma linguagem de programação para ensinar o computador a realizar tarefas.

Há várias linguagens de programação disponíveis no mercado. Desta forma, você pode estar se questionando porque deveria dar atenção em especial a python. O objetivo deste texto é mostrar algumas razões para ingressar no “mundo python”.

Vantagens ao se utilizar python

Python surgiu nos anos 80. Seu criador chama-se Guido van Rossum. Desde o seu surgimento tornou-se uma das linguagens mais utilizadas da atualidade. É utilizada em vários contextos. O python tem algumas características que justificam sua adoção como linguagem de programação. O site Invensis cita alguns pontos interessantes:
1. Alta quantidade de módulos desenvolvidos por terceiros, fazendo com que a linguagem interaja com a maioria das linguagens de programação;
2. Enorme conjunto de bibliotecas / ferramentas que facilitam a utilização da linguagem para uma grande gama de aplicações;
3. A linguagem é livre para uso e distribuição, inclusive para uso comercial;
4. Python é uma linguagem bastante legível e com sintaxe bem simples;
5. O conjunto de características e ambiente em torno da linguagem faz com que seja uma linguagem que acelere a velocidade e produtividade no desenvolvimento.

Aplicações da linguagem python

É consenso que python tem se tornado uma linguagem cada vez mais útil e com amplo domínio de aplicação. O site Inforworld traz algumas das principais utilidades da linguagem:
1. Programação em geral: você pode criar aplicações que podem ser utilizadas via linha de comando ou mesmo com alguma interface gráfica interessante. Você pode utilizar o python inclusive como uma forma de automatizar de maneira relativamente fácil algumas tarefas suas;
2. Ciência de dados e aprendizado de máquina: a grande maioria das ferramentas e bibliotecas de ciência de dados e aprendizado de máquina estão disponíveis para serem utilizadas com o python. O python tem, de fato, um enorme ambiente voltado para estas aplicações. Esta área é um dos motivos do crescimento recente do python;
3. Interoperabilidade de diferentes tecnologias: o python é muito utilizado para interligar ferramentas não compatíveis, criadas com tecnologias / linguagens de programação diferentes.

Na página oficial da linguagem, o site Python, é possível encontrar alguns dos grandes domínios de aplicação da linguagem:
1. Desenvolvimento para internet (web): há várias ferramentas e ambientes direcionados para desenvolvimento de aplicações para a internet;
2. Computação científica e numérica: vários pacotes podem te ajudar a fazer do python algo útil para este domínio de aplicação. Conforme pode ser visto no site Datacamp, simplicidade da linguagem, interoperabilidade, quantidade de ferramentas disponibilizadas são algumas dos principais pontos fortes para o uso do python neste domínio;
3. Ensino: A linguagem python tem sido utilizada como um primeiro contato com o mundo da programação. Por exemplo, já em 2014 o blog Comunications of the ACM publicou uma análise que já apontava o crescimento do python como linguagem introdutória em departamentos de universidades americanas, como apresentado na imagem acima. O TIOBE Index também tem uma análise recente, do fim de 2017, sobre o domínio de python como uma linguagem de primeiro contato dentre universidades americanas. Algumas das razões para isso, conforme uma publicação de Nicholas Tollervey, Python in Education, são a legibilidade, a simplicidade e a extensibilidade da linguagem;
4. Interfaces gráficas para programas: há várias bibliotecas que ajudam a construir interfaces para programas com o python;
5. Desenvolvimento de software: a linguagem python é comumente utilizada como uma linguagem de suporte para desenvolvedores de software, para realização de testes, entre outros;
6. Aplicações comerciais: a linguagem também conta com ferramentas para a construção de sistemas ERP e e-commerce.

Quer aprender mais sobre essa linguagem incrível? O professor Nilson realizará, junto com o IBPAD, o curso Ciência de Dados com Python em Brasília. Nele, será ensinado os conceitos básicos de programação com Python; os conceitos, análises e processos básicos para analisar dados com a linguagem; e tornar o aluno autônomo para realizar análises básicas em dados. Faça sua inscrição!

postrelacionados

Comentários

comments

Comentários (2)

  1. […] Continuando o nosso estudo sobre o que é a linguagem, é importante ressaltar que o uso da linguagem python tem seguido uma trajetória ascendente nos últimos anos. Uma análise baseada na atividade do repositório de códigos GitHub, que pode ser vista no site Business Insider, aponta a linguagem python em segundo lugar, atrás apenas de javascript. Vale ressaltar que grandes empresas costumam considerar estas análises para direcionar o desenvolvimento de seus softwares. […]

Deixe um comentário