Tag: monitoramento

  • O que é gestão de crises e como o monitoramento pode ajudar

    Com a chamada “liberação do pólo emissor” a partir das mídias digitais, a possibilidade de todos falarem e expressarem suas ideias se tornou uma realidade, o que  também permitiu que uma quantidade considerável de informações falsas ou equivocadas pudessem ser disseminadas nesses espaços. Para marcas e empresas, cuja presença nas mídias sociais tornou-se indispensável há
  • Para pensar o monitoramento de mídias sociais e a evolução do mercado

    Por Iasminny Cruz   Quando pensamos no mercado de monitoramento, devemos levar em conta que o que não mudou foi a essência do monitoramento, o cerne do sentido do monitoramento: a necessidade do interesse do ser humano. Há algum tempo acompanhamos algumas transformações, como:   A evolução e a consolidação do formato das redes sociais
  • O que rolou na live sobre monitoramento de mídias sociais em 2021

    Nesta última quarta-feira (30/06), o IBPAD reuniu três profissionais do mercado para discutir o mercado de monitoramento no Brasil em 2021. O objetivo do encontro, além da troca de experiências sobre o assunto com pessoas que já atuam na área, é também apontar caminhos possíveis para profissionais que pensam em trabalhar com essa atividade. Participaram
  • Ontem e hoje do mercado de monitoramento: quais as mudanças e o que esperar?

    Há algum tempo, o mercado de monitoramento de mídias sociais experimenta mudanças significativas, algumas delas afetando inclusive diversas empresas do setor digital. Como mostramos na publicação “Histórico das APIs no monitoramento e pesquisa em mídias sociais”, o entusiasmo com os dados fornecidos pelas gigantes digitais começou a ruir a partir de 2012 e por volta
  • IBPAD realiza live sobre o monitoramento de mídias sociais em 2021

    A partir deste mês, o IBPAD vai realizar um ciclo de encontros ao vivo sobre o futuro do mercado de monitoramento com especialistas e profissionais da área. Nesta primeira live, o tema é: “O monitoramento de mídias sociais em 2021: perspectivas, desafios e reinvenções”.  Com as transformações no mercado de monitoramento nos últimos anos, cabe
  • Science Pulse: ferramenta conecta jornalistas ao debate científico

    Lançada hoje (14/7), a Science Pulse é uma ferramenta gratuita de social listening feita para conectar jornalistas ao debate científico nas redes sociais. A iniciativa ajuda a popularizar conteúdos e personalidades da academia. O que importa para o mecanismo são os assuntos e autoridade de quem fala, então a quantidade de seguidores fica em segundo plano.

  • Como lidar com fake news durante a campanha eleitoral

    Com a minirreforma eleitoral sancionada em 2019 e a pandemia do novo coronavírus, a disputa de 2020 apresenta variáveis que não foram testadas em nenhuma outra eleição. No entanto, um debate que não é novo, mas ficou em evidência durante o último pleito foi o uso de notícias falsas como estratégia para atingir candidaturas. Infelizmente
  • Como construir inteligência sem API’s de redes sociais

    Desde 2015, quando o Facebook fechou a API de pesquisa pública, os profissionais de pesquisa, monitoramento e BIs têm passado por marcos importantíssimos sobre a coleta de dados. Hoje, já não é possível possuir informações que identificam o usuário. Outro fator que apresenta resistência para a coleta, tratamento e análise de dados é a aprovação
  • Entrevista com Manoella Grecco

    Para contribuir com as discussões a respeito dos desafios e novas tendências para a Pesquisa na Academia e no Mercado brasileiros, o IBPAD está disponibilizando um conjunto de entrevistas realizadas com profissionais e cientistas renomados de diversas áreas, todos eles ligados à construção de conhecimento por meio da Análise de Dados. Todo o conteúdo pode
  • Estudando discursos em mídia social: uma proposta metodológica

    A Editora IBPAD lançou um novo livro: Estudando Cultura e Comunicação com Mídias Sociais. A publicação reúne uma coletânea de publicações de professores, colaboradores e estudantes de atividades do Instituto. São 20 capítulos com reflexões, aplicações e instruções sobre métodos de pesquisa em mídias sociais, incluindo análise textual em rede, etnografia digital, cartografia de controvérsias,

OutrasInformações